Qualidade de vida Autodesenvolvimento NOSSAS FORÇAS MENTAIS

NOSSAS FORÇAS MENTAIS

Compartilhe o bem...

NOSSAS FORÇAS MENTAIS

Nossas Forças Mentais

Trechos do item Recapitulando, da coleção de 4 livros do Prentice Mulford, um dos patronos do Círculo Esotérico da Comunhão do Pensamento. Já em PDF.

 

Absorvemos incontestavelmente o pensamento, o estado mental daqueles que nos odeiam ou com quem mais convivemos ou para s quais nos atrai mais a nossa simpatia.

De igual modo, quando cultivamos larga amizade com pessoas que não se preocupam com coisa alguma, não tendo nenhuma aspiração, nem fé em si e nem nos outros, que nenhum plano definido formam na vida, e em nada têm estabilidade, pomo-nos na corrente mental da decadência definida, da queda irremediável, da inevitável ruína, para a qual, desde aquele momento, infalivelmente corremos à passos acelerados; isso porque, estando estreitamente ligado a essas pessoas, forçosa e indubitavelmente havemos de absorver parte da sua mentalidade e, uma vez por nós absorvida, pensaremos como essas pessoas pensam, e pouco à pouco reconhecemos que agimos em tudo como elas próprias agem, apesar mesmo de os nossos dotes mentais serem muito mais elevados e superiores aos delas e embora antes de nos unirmos tanto com elas e de lhes termos recebido a influência, procedêssemos em tudo com grande discernimento e sensatez.

A resolução que aguardares há de vir, mas do Poder Superior, vindo um dia qualquer para ti sob a forma de uma ideia nova, uma inspiração ou um acontecimento inesperado e muito oportuno.

Quando em alguma empresa, depositamos toda a nossa confiança em um ou diversos indivíduos e não no Poder Supremo, colocamo-nos inteiramente fora do caminho que devia conduzir-nos ao êxito mais completo. Estamos na verdade transviados.

Não fales a ninguém dos teus negócios, dos teus planos e projetos, nem de coisa alguma que de longe ou de perto, se possa relacionar com eles, a não ser que tenhas a certeza absoluta, a plena convicção que teus interlocutores desejam tanto a tua fortuna como tu próprio a desejas.

Não faleis a ninguém que te não preste a devida e benévola atenção, pois cada uma das palavras que então disseres seria uma força inteiramente perdida, desbaratada, sendo limitadíssimo o número daqueles a quem podes falar sobre o que te diz respeito, proveitosamente. Mas um bom desejo de um verdadeiro amigo, se ele te escutou atentamente e de boa vontade, dez minutos que fosse, constituirá para ti uma força viva, energética e ativa, que te auxiliará em teus projetos e muito contribuirá em teu favor. E se teu projeto for razoável e justo, podes ficar certo de que serás ajudado por aqueles que houverem merecido a tua confiança. O teu ser espiritual, o teu sentido interno ou pressentimento, te indicará, sem sombra da menor dúvida, sem menor hesitação, em que podes confiar ou não.

Se, porém consentes em ser iludido ou dominado por outrem, quem quer que seja, sem protestar interna ou externamente, tornas-te cúmplice da escravidão e do logro comum.

O aposento mais íntimo e mais retirado da tua casa é o mais propício para servir de gerador da tua própria força ou energia espiritual, ou antes, da essência e substância que há de constituir o teu novo Eu.

Se tudo estiver em ordem no teu quarto, não encontrando nunca ao alcance da tua mão qualquer objeto de que necessites, significa isso, com toda a certeza, que tua mente está no mesmo estado desordenado, resultando daí que, quando tua mente necessitar e tiver de influir sobre os outros para bom andamento e desenvolvimento dos teus projetos, a sua ação será, sem dúvida alguma, muito menos eficaz e positiva, em virtude do seu estado de desordem e indecisão, do seu desequilíbrio e da sua constituição excessivamente desorganizada.

Desta forma se te entregares ao sono com o coração opresso e cruciado de angústia, ou de desespero e descrença em tudo o que é bom, a tua mentalidade ver-se-á arrastada, durante o teu estado de inconsciência física, aos domínios sobremodo nocivos, do desalento, da angústia e do desespero, o que, sem dúvida atrairá, em primeiro lugar, os elementos, e, mais tarde, a realidade de todo o teu mau êxito, da derrota e da ruína, conseqüências inevitáveis de todos os estados de angústia e desesperança.

O poder para manter o teu corpo sempre forte e vigoroso, o poder para exercerdes a tua influência e atuares proficuamente sobre as pessoas que te rodeiam ou são dignas do teu interesse, o poder do êxito em todas as empresas, enfim, só procede desse estado de repouso e calma, verdadeiro restaurador da mente, o qual, enquanto teu corpo descansa, trabalhando relativamente pouco, deixa que o espírito veja, com toda a nitidez e clareza, o que há de suceder para o teu bem ou mal.

Nada prejudica tanto o indivíduo como o menosprezo de si próprio e não são poucas as crianças que viram destruída a sua existência, por se estar habitualmente zombando delas, metendo-as ao ridículo ou ralhando-lhes a cada instante, por tudo, depreciando sempre, a ponto de lhes incutir ao espírito a firme convicção de que são apenas uns seres desprezíveis, sem préstimo nem valor algum.

Em todos os teus projetos e aspirações, hás de pôr toda a tua inteira e plana confiança no Poder Superior e na Sabedoria Infinita.

É absolutamente necessário termos grande cuidado na escolha daqueles a quem entregamos o nosso amor e todo o nosso pensamento.

O pensamento de uma mulher fluindo cheia de amorosa simpatia e sincero amor para a mentalidade de um homem e cujas aspirações e desejos sejam idênticos aos seus, será para ele um inesgotável manancial de saúde física e de força espiritual. O pensamento feminino, que deste modo dá força e sutileza à inteligência do homem, é um elemento tão real, como as coisas que se tornam visíveis ou tangíveis. Se estiveres unido ou pensares demasiado numa mulher que te é mentalmente inferior, indubitavelmente a tua inteligência se embotará, obscurecendo-se e, talvez, até a tua saúde física padeça muito, perdendo tu, assim, grande parte de teus próprios e peculiares poderes.

No ato de comer e beber, recordemos sempre de que ingerimos, sempre também os elementos espirituais correspondentes ao estado mental em que nos achamos enquanto estamos à mesa.

 

veja também!:

SÍNTESE FILOSÓFICA DO I CHING

ANTROPOSOFIA – COMO ELA PODE NOS AJUDAR!!!

Os 7 TIPOS HUMANOS: Roberto Assagioli (psicossíntese)

TESTE DE CONHECIMENTO SOBRE A BÍBLIA, E PRECONCEITOS RELIGIOSOS!

PROCESSO DE INDIVIDUAÇÃO – JUNG

REENCARNAÇÃO NA BÍBLIA?

MEDITAÇÃO

MANTRAS PARA NOS CONECTARMOS COM DEUS

Como descalcificar a glândula pineal !!!!

RELIGIÕES e FILOSOFIAS (posicionamentos mais conhecidos no mundo)

AUTODESENVOLVIMENTO

AGNÓSTICOS, ATEUS, EXOTERISTAS, ESOTERISTAS:

RESPEITO POR NÓS MESMOS

SIMPLICIDADE COMO CAMINHO

PAI NOSSO EM ARAMAICO – TRADUÇÃO E LEITURA

Compartilhe o bem...

NÃO HÁ COMENTÁRIOS, SEJA O PRIMEIRO

Deixe sua opinião

CAPTCHA
Reload the CAPTCHA codeSpeak the CAPTCHA code