Qualidade de vida POKÉMON – ALERTA !

POKÉMON – ALERTA !

Compartilhe o bem...

 POKÉMON – ALERTA !

ISSO ESTÁ VIRANDO UM VÍCIO, E ALIENANDO AS PESSOAS; NOSSO PLANETA ESTÁ VIRANDO UMA TERRA DE ZUMBIS, ONDE A CONEXÃO COM NOSSO INTERIOR ESTÁ CADA VEZ MAIS ESCASSA.
ALÉM DISSO QUEM PRATICA, PASSA DADOS DE ONDE MORA, QUEM SÃO SEUS AMIGOS, ETC. ETC. E SABE-SE LÁ POR QUEM, E PRA QUE SERÃO UTILIZADOS.

AS PESSOAS NÃO CONVERSAM MAIS, NEM FAZEM MAIS AS REFEIÇÕES, SEM MEXER NO CELULAR AO MESMO TEMPO, PRINCIPALMENTE PARA ESTES GAMES. CRIANÇAS E ADULTOS VIVEM ANSIOSOS PARA QUE LHES SOBREM UM TEMPINHO PARA ISSO.

NOSSO TEMPO JÁ É TÃO ESCASSO PARA COISAS MAIS SIGNIFICATIVAS! VEJA A QUE PONTO CHEGA!!!

Fatos que provam que o mundo está ficando louco por causa do Pokémon Go

Youtuber russo que caçou Pokémon em igreja é posto em prisão domiciliar

Ruslan Sokolovsky gravou vídeo em igreja de Ecaterimburgo, em agosto.
Ele é acusado de incitar ódio e ofender sensibilidades religiosas.

Da EFE

Ruslan Sokolovsky gravou vídeo jogando 'Pokémon go' em igreja na Rússia (Foto: Reprodução/YouTube/Sokolovsky!)Rusl
n Sokolovsky gravou vídeo jogando ‘Pokémon go’ em igreja na Rússia (Foto: Reprodução/YouTube/Sokolovsky!)

O youtuber russo Ruslan Sokolovsky, que teve a prisão decretada por jogar “Pokémon Go” em uma igreja na cidade de Ecaterimburgo, na Rússia, ganhou nesta quinta-feira (8) o direito a ficar em prisão domiciliar, depois que a Justiça de Sverdlovsk aceitou um recurso para modificar a medida cautelar.

“Sokolovsky teve comutada prisão preventiva por prisão domiciliar. Atualmente, está na casa de seu advogado”, confirmou à agência “Interfax” o diretor da organização de direitos humanos “Agora”, Pavel Chikov.

A nova medida estará vigente até 1º de novembro, período em qual Sokolovsky, de 22 anos, ficará proibido de utilizar telefone e outros meios para se comunicar, incluindo internet, conforme um comunicado da Justiça de Sverdlovsk.

O caso
Ruslan Sokolovsky foi condenado a dois meses de prisão administrativa no início de setembro por publicar um vídeo no YouTube jogando “Pokémon Go” dentro de uma das principais catedrais de Ecaterimburgo.

No vídeo, gravado em agosto, o youtuber afirma que não acha que jogar em uma igreja seja proibido por lei, e por isso acha que está seguro. “Como alguém pode ofender por entrar em uma igreja com um smartphone?”, pergunta no vídeo publicado em seu canal, que tem mais de 300 mil seguidores e foi assistido mais de 945 mil veses.

O Comitê de Instrução da Rússia o acusou formalmente de incitar o ódio e atentar contra a liberdade de credo, crime punido com até 5 anos de prisão. A direção da diocese de Ecaterimburgo acusou Sokolovsky de “blasfêmia”. Segundo o grupo, a gravidade dos atos do blogueiro aumenta pelo fato de que o youtuber gravou no templo onde, em 1918, os bolcheviques assassinaram o czar Nicolau II e sua família.

“Sokolovsky teve comutada prisão preventiva por prisão domiciliar. Atualmente, está na casa de seu advogado”, confirmou à agência “Interfax” o diretor da organização de direitos humanos “Agora”, Pavel Chikov.

A nova medida estará vigente até 1º de novembro, período em qual Sokolovsky, de 22 anos, ficará proibido de utilizar telefone e outros meios para se comunicar, incluindo internet, conforme um comunicado da Justiça de Sverdlovsk.

Fonte: Youtuber russo que caçou Pokémon em igreja é posto em prisão domiciliar

Compartilhe o bem...

NÃO HÁ COMENTÁRIOS, SEJA O PRIMEIRO

Deixe sua opinião

CAPTCHA
Reload the CAPTCHA codeSpeak the CAPTCHA code